top of page

Inventário - Quando é necessário fazer

Atualizado: 28 de jun. de 2022

Uma dúvida muito comum de alguns clientes que vem até o escritório é sobre a necessidade ou não de se fazer um inventário após a morte de um parente. Pois bem, de uma maneira simples e objetiva podemos dizer que ele é necessário desde que o(a) falecido(a), tenha deixado bem(ns).


E por bens entenda-se bem móveis, imóveis, semoventes, contas bancárias, investimentos, etc. Aqui um adendo, "semoventes" são conceituados como "animais de bando", então se o(a) falecido(a) deixou cabeças de gado, ou era dono de um Haras, ou possuía criação de outros animais, estes também tem que ser inventariados.


E se o(a) falecido(a) não tiver deixado nenhum bem. Aí pode se optar por não fazer um inventário ou fazer o chamado "inventário negativo", que pode ser realizado tanto judicialmente, como extrajudicialmente em um Tabelionato de Notas.



32 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

PIRÂMIDE FINANCEIRA EM FLORIANÓPOLIS?

Matéria de 13/03/2023 do Portal NSC do jornalista @andersonsilvajor conta que um grande número de investidores de Florianópolis e região pode ter caído em um esquema de pirâmide financeira. A envolvid

MINHA REDE SOCIAL FOI INVADIDA, CABE UM PROCESSO?

O Tribunal de Justiça de Santa Catarina publicou ontem em seu site uma notícia a respeito de uma mulher que teve seu perfil no Instagram invadido, e com isso procurou um Juizado Especial para recupera

bottom of page